A  teoria  da  propriedade  privada  como  direito  natural,  por  John  Locke  (1632 –

1704), elabora que o trabalho é o fator assegurador dos direitos naturais e que é exclusiva

razão  de  ser  –  e  dever  –  da  organização  das  leis  e  do  Estado,  assegurar  o   respeito  a  tais

direitos: a proteção da vida, da liberdade e da propriedade

O ponto inicial do liberalismo é Locke, apresenta apenas um momento na evolução do pensamento filosófico. O seu pensamento a respeito da associação entre liberdade e propriedade se relaciona com o momento histórico da revolução industrial do século XIX e pensar desta nova e influente clase social. A defesa da acumulação de riqueza como algo compatível com os direitos naturais, é um modo claro de  desigualdade entre as pessoas.

Atualmente como liberalismo em países como o Brasil, Locke apresentava a necessidade de limitações de poder, sobretudo no meio político. Para ele Enquanto o primeiro poder pensa no individuo, o segundo, no coletivo.

Locke admite a necessidade de criação de tributação aos proprietários,. Há, no entanto, a previsão de limitação para estes tributos conforme livre negociação entre as duas partes, e não consta a indicação de tributação para os que estão ausentes desta camada social acumuladora de bens Desta forma, Locke lançou as

Bases do liberalismo  econômico  ao fundamentar a ideia  de um livre mercado com pouca

Interferência estatal e concorrência permitida, proporcionando o regulamento automático.

do  mercado  pela  lei  da  oferta  e  procura  e,  ao  descentralizar  o  poder  da  nobreza  pelo

Posicionamento  nas  liberdades  individuais,  ofereceu  uma  teoria  aferindo  a  legitimidade

da burguesia, contrariando à hereditariedade que conferia o mesmo fator a nobreza. Como

Consequência tem, por exemplo, a  formação das economias de mercado, a  Revolução

Industrial, o desenvolvimento tecnológico desenfreado e o efeito da globalização tal como

é hoje.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>