Entenda como transformar o ambiente de trabalho da sua empresa direcionando-o à pandemia

A pandemia do coronavírus tem criado um ambiente de profundas adaptações empresariais, mudanças de espaço e alterações nas diretrizes de marcas e companhias.

Isso se dá por que contato físico e espaços fechados são os principais meios de transmissão da covid-19. Esta crise sanitária global serviu como um catalisador para grandes transformações no modo de trabalhar e que já estavam no radar para um futuro próximo.

Como as empresas podem agir nestas adaptações e transformações? Estas mudanças vêm da empresa para os funcionários, mas os colaboradores têm a grande responsabilidade de entender, auxiliar e aplicar todas elas de maneira séria e contínua.

Muitas destas transformações ficarão por muito tempo nas empresas. Alterando o mercado de trabalho, exigências sanitárias e rotinas dos profissionais.

Acompanhe a seguir 7 maneiras de adaptar sua empresa ao período de pandemia.

1. Investimento na comunicação interna 

As adaptações que precisarão ser realizadas na empresa no período da pandemia vão além de alterações nos espaços físicos.

As novas regras e normas de convivência no trabalho precisarão ser afirmadas com frequência nas pautas de comunicação interna da empresa.

Todos os direcionamentos e novos hábitos precisam ser comunicados de maneira clara e didática. Dessa forma, todos os funcionários entenderão as adaptações nas diretrizes do lugar.

Crie uma apresentação informativa, faça apresentações periódicas e mande para o e-mail corporativo de todos os funcionários e colaboradores.

É muito importante que todos estejam na mesma página e cientes de como devem proceder daqui para frente. Prezando pelo cuidado da própria saúde e dos respectivos colegas de trabalho e familiares.

2. Oferecimento de infraestrutura direcionada

É responsabilidade da empresa oferecer a todos os seus funcionários uma infraestrutura de trabalho que siga as medidas de segurança da Organização Mundial da Saúde.

É preciso fazer separações entre as mesas de trabalho, intensificar a ventilação dos ambientes e garantir que cada funcionário tenha máscara e álcool em gel próprios.

Mantenha as janelas abertas e invista em ventiladores de qualidade para estimular a devida circulação de ar.

3. Distanciamento social e práticas de higiene

Adaptar empresa na pandemia

Na dica número 1, falamos sobre a comunicação interna da empresa e as adaptações em períodos de pandemia.

As práticas de higiene e o distanciamento social são os dois pilares para a saúde de toda a equipe de funcionários.

Este trabalho precisa ser conjunto. Já que, além dos direcionamentos, é necessário que os colaboradores entendam as regras e cumpram-as à risca.

Afinal, os esforços são mútuos e necessários para a criação de um lugar seguro.

4. Instauração do regime de trabalho híbrido

Considere instaurar um regime de trabalho híbrido. Ou seja, aquele em que os funcionários têm a possibilidade de ir ao trabalho em dias determinados da semana e não se segunda a sexta-feira.

Isso diminuirá a probabilidade de contágio na ida e na volta ao trabalho. Além de criar uma outra dinâmica entre os funcionários, evitando que toda a empresa compareça no mesmo dia.

5. Aposte nas vídeo chamadas

As vídeo chamadas e conferências online são uma ótima maneira de evitar a transmissão do vírus entre os funcionários. Podendo ser uma daquelas adaptações que continuarão no pós pandemia.

Esta alteração de rotina fará com que pessoas de fora não entrem em contato direto com  funcionários da empresa e com que as salas não fiquem cheias de pessoas próximas umas das outras.

Além disso, aumenta a possibilidade de horários e encaixes na agenda dos gestores. Já que vídeo chamadas podem ocorrer a qualquer momento, sem a necessidade de locomover-se pela cidade.

6. De olho no refeitório

O refeitório é, talvez, um dos ambientes mais propícios ao compartilhamento de copos, pratos, talheres e itens de uso pessoal.

As principais adaptações para estes casos estão relacionadas à proibição de compartilhamento de utensílios de cozinha e maiores turnos de horário de almoço. Assim, é possível evitar aglomerações desnecessárias todos os dias.

Procure espalhar cartazes com as regras, principalmente sobre levar as mãos aos olhos, nariz e boca durante o horário de almoço.

O refeitório é um espaço em que as pessoas são obrigadas a retirar a máscara para se alimentar, aumentando a possibilidade de contágio por covid-19.

Além da divisão de mais turnos de pausas para o almoço, é recomendado que você pule um lugar na mesa. Seguindo um padrão de sim/não nas cadeiras e indicando que ninguém se sente diretamente na frente de outro funcionário.

7. Ampliar o espaço disponível nos ambientes de trabalho

A falta de espaço disponível nos ambientes de trabalho é uma reclamação comum entre as empresas e os seus funcionários.

É normal que com as adaptações, trocas de mobiliário e reorganização do que não serve mais, muitos móveis, documentos e papéis importantes percam tanto a sua necessidade quanto o seu local de armazenamento.

Investir em um self storage em Belo Horizonte ou nas principais cidades brasileiras é uma dica valiosa nestes casos.

No caso das empresas, com os desdobramentos da pandemia, a contratação de soluções de espaço e organização é sinônimo de praticidade. Afinal, é necessário armazenamento rigoroso de materiais e objetos deslocados no ambiente de trabalho.