Publicações → Revista Direito Diário, 5ª Edição v. 1, n.1, jul/set 2019 → Artigo: A (IN)EXISTÊNCIA DE FILTROS QUALITATIVOS PARA A...
A (IN)EXISTÊNCIA DE FILTROS QUALITATIVOS PARA A APLICAÇÃO DA TEORIA DO ADIMPLEMENTO SUBSTANCIAL NO DIREITO BRASILEIRO
ISSN: 2595-1408
Por Mário Marcondes Nascimento Júnior
Leia esse artigo
Resumo

O Direito contratual está presente na vida de praticamente todos os brasileiros, sendo o seu aprofundamento de essencial importância. O objetivo do presente trabalho é analisar a existência ou não de critérios qualitativos para aplicação da teoria do adimplemento substancial do contrato, que é uma teoria proveniente de fontes doutrinárias e tem suas raízes no princípio da boa-fé objetiva e da função social do contrato. Ela ainda não é muito dissecada no Direito brasileiro e se baseia na manutenção de uma relação contratual quando a obrigação tiver sido quase totalmente cumprida, restando ao credor a reparação por perdas e danos. Os resultados obtidos com este estudo foram os de perceber que há sim a necessidade de se aplicar o critério qualitativo para verificar se a teoria do adimplemento substancial será aplicada ao caso, bem como foi percebido que este critério é ainda mais importante do que o quantitativo, de modo que devem ser sempre observadas as peculiaridades do caso concreto. Somente dessa forma que os princípios norteadores dessa teoria podem ser totalmente respeitados.

Palavras-chave: Adimplemento substancial. Aplicação. Filtros.

Abstract

The contractual Law is present in the lives of almost all Brazilians, and their deepening has essential importance. The purpose of the present work is to analyze the existence or not of qualitative criteria for the application of the substantive contract theory, which is a theory derived from doctrinal sources and has its roots in the principle of objective good faith and social function of the contract. It is not yet dissected in Brazilian Law and is based on the maintenance of a contractual relationship when the obligation has been almost completely fulfilled, leaving to the creditor the right to require the repair of damages. The results obtained with this study were that there is a need to apply the qualitative criteria to verify if the theory of substantial compliance will be applied to the case, as well as it was perceived that this criteria is even more important than the quantitative one, so that the peculiarities of the concrete case must always be observed. Only in this way can the guiding principles of this theory be fully respected.

Keywords: Substantial compliance. Application. Filters.

Referências
BARBOSA, Andeirson da Matta. A aplicação da teoria do adimplemento substancial e da teoria dos jogos no cumprimento de obrigação alimentar. MPMG, 2016. Disponível em:<https://aplicacao.mpmg.mp.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/1299/teoria%20do%20adimplemento.pdf?sequence=1>. Acesso em: 05 jun. 2018. BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.html>. Acesso em: 23 mar. 2018. BRASIL. Lei n. 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10406.htm>. Acesso em 26 mar. 2018. BRASIL. Lei n. 13.015, de 16 de março de 2015. Institui o Novo Código de Processo Civil. Brasília, 2015. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20152018/2015/lei/l13105.htm>. Acesso em 24 mar. 2018. BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial n. 1.581.505-SC. Relator: Ministro Antônio Carlos Ferreira. Julgado em: 18/08/2016. Disponível em: <https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/documento/mediado/?componente=ITA&sequencial=1531880&num_registro=201502887137&data=20160928&formato=PDF>. Acesso em 26 mar. 2018. BUSSATA, Eduardo Luiz. Resolução dos contratos e teoria do adimplemento substancial. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2008. COELHO, Fábio Ulhoa. Curso de Direito Civil, 3: contratos. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2010. LEITE, Rodrigo Costa Rodrigues. Teoria do adimplemento substancial ou do inadimplemento de escassa importância: reflexos da boa-fé objetiva. BDJur, 2009. Disponível em: <https://bdjur.stj.jus.br/jspui/bitstream/2011/43840/toria_adimplemento_leite.pdf>. Acesso em: 07 mai. 2018. LIMA, Aliciene Bueno Antocheves de. Teoria do adimplemento substancial e o princípio da boa-fé objetiva. Revista Eletrônica do Curso de Direito Da UFSM [on-line], Santa Maria, v. 2, n. 2, p. 75-84, 2007. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/28778451_A_teoria_do_adimplemento_substancial_e_o_principio_da_boa_fe_objetiva>. Acesso em: 08 mai. 2018. MAGLIONE, Bruno. O adimplemento substancial dos contratos e seu suposto subjetivismo. SEDEP, 2016. Disponível em: <http://www.sedep.com.br/artigos/o-adimplemento-substancial-dos-contratos-e-seu-suposto-subjetivismo/>. Acesso em: 11 jun. 2018. OLIVO, Igor Kiel; YOKOYAMA, Adriana Sanae. Desdobramentos da teoria do adimplemento substancial no Novo Código de Processo Civil. In: Revista Aporia Jurídica: Revista Jurídica do Curso de Direito da Faculdade Cescage (on-line), 5. ed. v. 1, p. 12-32, jan/jul, 2016. Disponível em: <http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:aile-6s_hmcJ:www.cescage.com.br/revistas/index.php/aporiajuridica/article/download/29/28+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br>. Acesso em: 16 abr. 2018. RUAS, Raphael Alcantara. A teoria do adimplemento substancial e sua construção no ordenamento brasileiro. Migalhas, 2017. Disponível em: <http://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI269685,101048-A+teoria+do+adimplemento+substancial+e+sua+construcao+no+ordenamento>. Acesso em 16 mai. 2018. SANTA CATARINA. Tribunal de Justiça de Santa Catarina (3ª Câmara de Direito Civil). Apelação Cível n. 0601463-79.2014.8.24.0005. Relator: Desembargador Saul Steil. Julgado em: 20/03/2018. Disponível em:<http://busca.tjsc.jus.br/jurisprudencia/html.do?q=adimplemento%20substancial&only_ementa=&frase=&id=AABAg7AAEAAII8TAAD&categoria=acordao_5>.Acesso em 27 mar. 2018. SILVA, Iury Mendes de. O adimplemento substancial e os limites à resolução contratual. 2014. Trabalho de Conclusão de curso (Monografia) – Curso de Direito, Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina. SIMÃO, José Fernando. Adimplemento substancial e a nova orientação do STJ - E o poder dos Bancos prevaleceu. Carta forense, 2017. Disponível em: <http://www.cartaforense.com.br/conteudo/colunas/adimplemento-substancial-e-a-nova-orientacao-do-stj---e-o-poder-dos-bancos-prevaleceu/17550>. Acesso em 15 abr. 2018. TARTUCE, Flávio. A teoria do adimplemento substancial na doutrina e na jurisprudência. Carta forense, 2015. Disponível em: <http://www.cartaforense.com.br/conteudo/artigos/teoria-do-adimplemento-substancial-na-doutrina-e-na-jurisprudencia/15191>. Acesso em: 26 mar. 2018. TERRA, Aline de Miranda Valverde; GUEDES, Gisela Sampaio da Cruz. Adimplemento substancial e tutela do direito do credor: Análise da decisão proferida no Resp. 1.581.505. Revista Brasileira de Direito Civil, Belo Horizonte, v. 11, p. 95-113, jan./mar. 2017. Disponível em: <https://rbdcivil.ibdcivil.org.br/rbdc/article/viewFile/10/9>. Acesso em 27 mar. 2018.