Publicações → Revista Direito Diário, 5ª Edição v. 1, n.1, jul/set 2019 → Artigo: A OAB COMO FISCAL DO ENSINO JURÍDICO
A OAB COMO FISCAL DO ENSINO JURÍDICO
ISSN: 2595-1408
Por Francisco José Guimarães Peixoto
Leia esse artigo
Resumo

O presente artigo faz uma análise histórica da Ordem dos Advogados do Brasil, bem como do ensino jurídico no país. Retrata os mecanismos institucionais aos quais a instituição está atrelada, tendo como premissa o Estado Democrático de Direito, que se encontra expresso em nossa Constituição federal de 1988. Retrata as formas legais que a OAB utiliza-se para a fiel consecução desse controle jurídico, além das questões polêmicas que envolve tal fiscalização, sendo estas de cunho direto, exame da Ordem, e indireto, ações jurisdicionais.

Palavras-Chave: OAB. Ensino Jurídico. Fiscalização.

Abstract

This article presents a historical analysis of the Order of Attorneys of Brazil as well as of legal education in Brazil. It portrays the institutional mechanisms to which the institution is linked, as a premise the Democratic State of Law, which is expressed in our Federal Constitution of 1988. It portrays the legal forms that the OAB is used for the faithful achievement of this legal control, in addition to the controversial issues involved in such supervision, which are direct, an examination of the Order, and indirect, jurisdictional actions.

Keywords: OAB. Legal Teaching. Oversight.

Referências
BRASIL. Decreto nº 19.408 de 18 de novembro de 1930. Reorganiza a Corte de Apelação e da outras providências. Rio de Janeiro, 1930. Disponível em: <http://www.oab.org.br /historiaoab/links_internos/ini_dec19408.htm>. Acesso em 29 nov 2017. _______. Decreto nº 22.478 de 20 de fevereiro de 1933. Aprova e manda observar a consolidação dos dispositivos regulamentares da Ordem dos Advogados do Brasil. Rio de Janeiro, 1933. Disponível em: <http://www.oab.org.br/historiaoab/links_internos/ini_ dec22478.htm>. Acesso em 29 nov 2017. _______. Lei nº 4.215 de 27 de abril de 1963. Dispõe sobre o Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil. Brasília, DF, 1963. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_ 03/leis/1950-1969/L4215.htm>. Acesso em 29 nov 2017. _______. Lei nº 5.842 de 06 de dezembro de 1972. Dispões sobre o estágio nos cursos de graduação em Direito e dá outras providencias. Brasília, DF, 1972.  Disponível em: <http:// www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5842.htm>. Acesso em 29 nov 2017. _______. Constituição (1988). Constituição da Republica Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ constituicao/constituicao.htm>. Acesso em 29 nov 2017. _______. Lei nº 8.906 de 04 de julho de 1994. Dispõe sobre o Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Brasília, DF, 1994. Disponível em: <http:// www.planalto.gov. br/ ccivil_03/leis/L8906.htm>. Acesso em 29 nov 2017. CONSELHO FEDERAL DA OAB. Provimento nº 81 de 16 de abril de 1996. Estabelece normas e diretrizes do Exame de Ordem. Brasília, DF, 1996. Disponível em: <http://www. oab.org.br/ leisnormas/legislacao/provimento/81-1996>. Acesso em 29 nov 2017. _______. História da OAB: primeiros anos da OAB. Brasília, DF. Disponível em: <https://www.oab.org.br/historiaoab/index_menu.htm>. Acesso em 29 nov 2017. FAGÚNDEZ, Paulo Roney Ávila. O Ensino Jurídico: realidade e perspectiva. Brasília, DF, Editora OAB, 2006. FEITOSA NETO, Inácio José. O Ensino Jurídico: uma análise dos discursos do MEC e da OAB no período de 1995-2002. 2006. 155 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006. FREITAS, Frederico Oliveira; FURTADO, Daniele de Oliveira. A legitimidade do exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Âmbito Jurídico. Disponível em: < http://www. ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8849>. Acesso em 29 nov 2017. GONÇALVES JUNIOR, Luiz Claudio. A Ordem dos Advogados do Brasil e a influência do positivismo no Ensino Jurídico. 2014. 292 f. Tese (Doutorado em Educação), Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista, Piracicaba, 2015. LOBATO, Anderson Orestes C.. A crise do ensino jurídico: mitos e perspectivas. Revista Educ. Porto Alegre, v.1, n.2, p.28-33, agosto, 2003. MARQUES JUNIOR, Júlio Cesar Dias. O papel institucional da OAB como avaliadora do Ensino Superior Jurídico. 2012. 84 f. Monografia (Bacharelado em Direito), Programa de Graduação em Direito do Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2012. MATTOS, Marco Aurélio Vannucchi Leme de. O Ensino Jurídico: uma análise dos discursos do MEC e da OAB no período de 1995-2002. 2006. 155 f. Tese (Doutorado em História), Programa de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. MELO, André Luís Alves de. Repensando a estrutura jurídica e o ensino jurídico. Âmbito Jurídico. Disponível em: <http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_ link=revista_ artigos_leitura&artigo_id=742>. Acesso em 29 nov 2017. SANCHES, Samyra Naspolini; SILVEIRA, Vladmir Oliveira da. OAB Recomenda: Uma Avaliação Necessária. Contexto & Educação, Rio Grande do Sul, Editora Unijuí, Ano 30, nº 97, p. 138-159, Set./Dez. 2015. SANTOS, A. L. R. M.; GONÇALVES, P. A. A influência da OAB no ensino jurídico no Brasil. Rev. Curso Dir. UNIFOR, Formiga, v. 4, n. 2, p. 01-21, jul./dez. 2013. SOLA, Diogo Diniz Lopes; FORISTIERI, Vinicius Miranda. Ensino Jurídico no Brasil: Críticas e Sugestões. Revista [email protected]ência, Apucarana, ISSN 1984-2333, v.8, n.10 p.89-98, 2011. STF. Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 3.026/DF. Natureza jurídica da OAB. Brasília, DF. Disponível em: <https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/760367/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-3026-df >. Acesso em 29 nov 2017. _______. Recurso Extraordinário nº 603583/RS. Constitucionalidade do exame da Ordem. Brasília, DF. Disponível em: <http://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente= 3773044>. Acesso em 29 nov 2017.