Publicações → Revista Direito Diário, Fortaleza, vol. 5, n.1, jan-jun, 2022 → Artigo: O PAPEL DA JURIMETRIA NA TOMADA DE DECISÃO
O PAPEL DA JURIMETRIA NA TOMADA DE DECISÃO
ISSN: 2595-1408
Por Alexsandra de Lima
Leia esse artigo
Resumo
O presente artigo tem por objeto de pesquisa a análise do papel da Jurimetria na tomada de decisão pelos órgãos estatais, com foco no Poder Judiciário. O estudo se justifica pela atualidade temática, bem como pela divergência presente entre esse ramo do conhecimento e outros institutos similares como Analytics e Juscibernética. A metodologia para o desenvolvimento do trabalho seguirá o método científico dedutivo (geral para o particular), será essencialmente básica, de natureza descritiva e, procedimentalmente, bibliográfica. A partir de dados históricos e conceituais é possível concluir a utilidade da ferramenta jurimétrica para o processo decisório do Estado, restando claro, até o momento atual, não ser, essa disciplina jurídica, qualquer ameaça ao intelecto humano efetivamente responsável pela decisão. Palavras-chave: Jurimetria; Decisão; Suporte; Inteligência Artificial.
Abstract
This article has as research object the analysis of the role of Jurimetrics in decision-making by state bodies, with a focus on the Judiciary. The study is justified by the topical issue, as well as the divergence between this branch of knowledge and other similar institutes such as Analytics and Juscybernetics. The methodology for the development of the work will follow the deductive scientific method (general to particular), will be essentially basic, descriptive and procedurally bibliographical. Based on historical and conceptual data, it is possible to conclude the usefulness of the jurimetrics tool for the decision-making process of the State, it being clear, until the present moment, that this legal discipline is not any threat to the human intellect effectively responsible for the decision. Keywords: Jurimetrycs; Decision; Support; Artificial intelligence.
Referências
BAETA, Zínia. Tribunais Investem em robôs para reduzir o número de ações. Valor [site], 18 mar. 2019. Disponível em: <https://valor.globo.com/noticia/2019/03/18/tribunais-investem-em-robos-para-reduzir-volume-de-acoes.ghtml>. Acesso em: 26 ago. 2021.   BARBOSA, Cássio Modenesi: MENEZES, Daniel Francisco Nagão. Jurimetria: Buscando um Referencial Teórico. Revista Intelectus, Ano IV, n. 24, p. 161-186, 2013.   BARBOSA, Cássio Modenesi: MENEZES, Daniel Francisco Nagão. Jurimetria como Método de Investigação da Eficiência do Poder Judiciário: Análise do Caso das Empresa Telefônicas. In: KNOERR, Fernando Gustavo; NEVES, Rubia Carneiro; CRUZ, Luana Pedrosa de Figueiredo (Orgs.). Justiça e o paradigma da eficiência na contemporaneidade. Florianópolis: Funjab, 2014, v.1, p.1.   BECKER, Daniel; BRÍGIDO, J.P.. Ne le laissez pas profiler: a França e o seu “coup de grâce” na Jurimetria. Jota [site], 16 jun. 2019. Disponível em: https://www.jota.info/opiniao-e-analise/colunas/regulacao-e-novas-tecnologias/ne-le-laissez-pas-profiler-a-franca-e-o-seu-coup-de-grace-na-jurimetria-16062019. Acesso em: 27 ago. 2021.   BRAGANÇA, Fernanda; BRAGANÇA, Laurinda.  Inteligência Artificial e Processo Decisório: Por que é importante entender como as máquinas decidem?. ENCONTRO VIRTUAL DO CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI, II, 2019, Belo Horizonte, Anais... Belo Horizonte: CONPEDI, 2019. Disponível em: <http://site.conpedi.org.br/publicacoes/3tk2g038/213p131z/7IGVt6838T9W6WhK.pdf>. Acesso em: 31 ago. 2021.   LOEVINGER, Lee. Jurimetrics: the methodology of legal inquirity. Law and. Contemporary Problems, Durham, v. 28, n. 1, p. 5-35, 1963. Disponível em: https://scholarship.law.duke.edu/lcp/vol28/iss1/2. Acesso em: 27 ago. 2021.   LUZIVOTTO, Juliana Cristina; GARCIA, Gilson Piqueras. Jurimetria e sua aplicação nos tribunais de contas: análise de estudo sobre o Tribunal de Contas da União (TCU). Revista Controle, Fortaleza, v. 18, n. 1, p. 46-73, jan./jun. 2020.   MAGRANI, Eduardo. Entre dados e robôs: Ética e privacidade na era da hiperconetividade. Porto Alegre: Arquipélago, 2019. [E-book].   MARSHALLOWITZ, Sofia. O que pretende a França em proibir a jurimetria? Jota [site], 18 jun. 2019. Disponível em: https://www.jota.info/opiniao-e-analise/artigos/o--que-pretende-a-franca-em-proibir-a-jurimetria-18062019?utm_source=JOTAFullList. Acesso em: 27 ago. 2021.   MOTTA, Paulo Roberto. Tomada de Decisão. Fortaleza: FGV, 2019.   NUNES, Marcelo Gudes. Jurimetria: como a estatística pode reinventar o direito. 2 ed. rev. e atual. São Paulo: Thomson Reuters Brasil, 2019.   REINALDO FILHO, Demócrito. A Lei francesa que proíbe análise preditiva de decisões judiciais: menos transparência pode significar mais risco ao arbítrioRevista Jus Navigandi, ISSN 1518-4862, Teresina, ano 24, n. 5828, 16 jun. 2019. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/74624. Acesso em: 19 ago. 2021.   RIBEIRO, Daniela Menengoti; AMADEU, João Ricardo; VINCE, Fernando Navarro.  A Inteligência Artificial e os Direitos da Personalidade: Uma análise da Legislação Francesa. ENCONTRO VIRTUAL DO CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI, 1, 2020, Florianópolis, Anais... Florianópolis: CONPEDI, 2020, p. 382. Disponível em: http://site.conpedi.org.br/publicacoes/olpbq8u9/lxxdq7f2/ytDKp5og4osO1owI.pdf. Acesso em: 25 ago. 2021.   TACCA, Adriano; ROCHA, Leonel Severo. Inteligência Artificial: Reflexos no Sistema do Direito. Nomos, Revista   do   Programa   de   Pós- Graduação   em Direito da UFC, Fortaleza, v. 38 n. 2, p. 53-68, jul./dez. 2018. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/nomos/article/view/20493. Acesso em: 25 ago. 2021.   TJMG utiliza inteligência artificial em julgamento virtual. Portal TJMG [site], notícias, 7 nov. 2018. Disponível em: https://www.tjmg.jus.br/portal-tjmg/noticias/tjmg-utiliza-inteligencia-artificial-em-julgamento-virtual.htm#.YSgjjo5KiUl. Acesso em: 26 ago. 2021.   VALENTINI, Rômulo Soares. Julgamento por computadores? As novas possibilidades da juscibernética no século XXI e suas implicações para o futuro do direito e do trabalho dos juristas. 2017. 152fl. Tese (doutorado em Direito) – Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Direito, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUOS-B5DPSA. Acesso em: 30 ago. 2021.   WOLKART, Navarro; BECKER, Daniel. Tecnologia e precedentes. In: ALVES, Isabella Fonseca (Org.). Inteligência Artificial e Processo.  1. ed. São Paulo: D´Plácido, 2020.   ZABALA, F. J.; SILVEIRA, F. F. Jurimetria: estatística aplicada ao direito. Revista Direito e Liberdade, Natal, v. 16, n. 1, p. 87-103, jan./abr. 2014.