Publicações → Revista Direito Diário, 4ª Edição v. 1, n.1, abr/jun 2019 → Artigo: OITENTA TIROS E UM SILÊNCIO: uma análise do rac...
OITENTA TIROS E UM SILÊNCIO: uma análise do racismo institucional na sociedade brasileira à luz das Normas Internacionais de Direitos Humanos
ISSN: 2595-1408
Por Sérgio Assunção Rodrigues Júnior
Leia esse artigo
Resumo

A presente pesquisa aborda a vedação à prática do racismo, principalmente na perspectiva institucional, observando normativas internacionais, assim como a jurisprudência do sistema interamericano de direitos humanos, relacionando diretamente ao caso de Evaldo Rosa dos Santos que fora vítima de oitenta tiros disparados por militares. O artigo faz uma análise sobre as previsões nos tratados e convenções internacionais, de modo a ter a concepção se há previsão expressa à prática do racismo. Dessa forma, através de pesquisas aplicadas, qualitativas, exploratórias, bibliográficas, além de meios de comunicação, pretende-se aqui provocar uma discussão crítica sobre o tema no cenário acadêmico de direitos humanos.

Palavras-Chave: Racismo Institucional. Seletividade Enegrecida. Direitos Humanos. Caso Evaldo Rosa dos Santos.

Abstract

The present study dealt with the prohibition of the practice of racism, especially in the institutional perspective, observing international norms, as well as the jurisprudence of the inter-American system of human rights, relating directly to the case of Evaldo Rosa dos Santos who had been the victim of eighty shots fired by the military. The article does an analysis of the predictions in the international treaties and conventions, in order to have the conception if there is express provision to the practice of racism. Thus, through applied, qualitative, exploratory, bibliographical, and media research, it is intended here to provoke a critical discussion on the subject in the academic scenario of human rights.

Key Words: Institutional Racism; Black Selectivity; Human Rights; Case of Evaldo Rosa dos Santos.

Referências

80 Tiros e o Risco da Impunidade no Rio de Janeiro. Jornal El País. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/04/08/politica/1554759819_257480.html. Consultado no dia 09 de abr. 2019.

80 Tiros: Policiais ‘’ficaram de deboche’’ diz mulher de músico morto em carro. Jornal Exame. Editora Abril. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/brasil/policiais-ficaram-de-deboche-diz-mulher-de-musico-morto-em-carro/>. Consultado no dia 09 de abr. 2019.

CONVENÇÃO AMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Disponível em: <https://www.cidh.oas.org/basicos/portugues/c.convencao_americana.htm>. Consultado no dia 09 de abr. 2019.

CONVENÇÃO INTERAMERICANA SOBRE A ELIMINAÇÃO DE TODAS AS FORMAS DE DISCRIMINAÇÃO RACIAL. Disponível em: <https://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cdhm/comite-brasileiro-de-direitos-humanos-e-politica-externa/ConvIntElimTodForDiscRac.html>. Consultado no dia 09 de abr. 2019.

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/wp-content/uploads/2018/10/DUDH.pdf>. Consultado no dia 09 de abr. 2019.

ESTEVES, Diogo; ALVES SILVA, Franklyn Roger. Princípios Institucionais da Defensoria Pública. 3ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2018. ISBN: 978-85-309-8179-2.

LENZA, Pedro. Direito Constitucional Esquematizado. 20ª ed., rev., atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2016. ISBN: 978-85-472-1207-0

NADER, Paulo. Filosofia do Direito. 24ª ed., rev. e atual. Rio de Janeiro: Forense, 2017. ISBN: 978-85-309-7519-7.

PAIVA, Caio Cezar; HEEMAN, Thimotie Aragon. Jurisprudência internacional dos direitos humanos. 2ª ed. Belo Horizonte: Editora CEI, 2017. ISBN: 978-85-93614-00-2.

RAMOS, André de Carvalho. Curso de Direitos Humanos. 4ª ed. São Paulo: Saraiva, 2017. ISBN: 978-85-472-1451-7.

REGRAS DE MANDELA. Disponível em: <http://www.cnj.jus.br/files/conteudo/arquivo/2016/05/39ae8bd2085fdbc4a1b02fa6e3944ba2.pd>. Consultado no dia 09 de abr. de 2019.

ROIG, Rodrigo Duque Estrada. Execução Penal: Teoria Crítica. 4ª ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2018. ISBN: 9788547230654.

SUMARIVA, Paulo. Criminologia: Teoria e Prática. 4ª ed. Niterói, Rio de Janeiro: Impetus, 2017. ISBN: 978-85-7626-927-4.

TAVARES DA COSTA, Renata. O que fazer com minha branquitude? Sobre a atenuante genérica da raça no processo penal brasileiro. XIII Congresso Nacional de Defensores Públicos – Teses e Práticas Exitosas: Defensoria Pública: Em defesa das Pessoas em Situação de Vulnerabilidade. Santa Catarina, 2017.