A realização do sonho da casa própria está ligada a muitos fatores. Imóvel correto, situação financeira e boas condições de preços são alguns deles, por exemplo. Porém, outro importante ponto (essencial, para muitos) para que as coisas caminhem bem é o financiamento. Por meio dele, é possível suavizar um pouco o alto valor que a maioria dos imóveis apresenta e, finalmente, conquistar um lar para chamar de seu. Pedir por um financiamento, todavia, não é tão simples quanto parece. É preciso comprovar diversas situações e apresentar uma série de documentos para que o processo dê certo. Muitos compradores acabam tendo o cadastro negado por não se enquadrarem nos parâmetros estipulados pelas instituições financeiras e são impedidas de seguirem com a compra do imóvel.

Nesse caso, há formas de recorrer. Porém, o ideal é evitar ao máximo que isso aconteça com a ajuda da sua imobiliária, que lhe guiará, passo a passo, nesse processo longo e trabalhoso, mas que lhe trará uma incrível recompensa, que é o seu novo lar. Veja dicas!   

Evitando o cadastro negado

1 – Comprovantes de renda

Uma das maneiras mais efetivas de evitar a resposta negativa para o financiamento é comprovar que você tem condições de pagar o que está propondo. Para isso, apresente uma declaração do seu Imposto de Renda, holerites ou extratos bancários, pois todos são aceitos no momento de mostrar que a sua renda é o suficiente para o que anseia. Confira com sua imobiliária qual dos meios pode ser mais efetivo.

2 – Regularize sua situação profissional

Atualmente, muitas pessoas trabalham de forma informal, com trabalhos bem pontuais. Porém, isso desfavorece quem procura um financiamento, pois provar que você possui uma fonte de renda fixa não é possível. Uma forma de solucionar isso é criar uma MEI (Microempreendedor Individual). Com ela, você passa a emitir notas por seus serviços e passa a declarar Imposto de Renda. O que, certamente, lhe ajudará na análise de crédito.          

3 – Limpe o seu nome

Se você está procurando apartamentos à venda em São Paulo ou qualquer outra localidade no Brasil, você não conseguira adquirir nenhum deles se não estiver com o nome limpo na praça. Não tem jeito. Caso tenha alguma dívida que ainda não foi quitada ou seu nome surgiu em alguma negociação furada, corra para regularizar a situação.

Dicas para um financiamento responsável

Além de evitar o cadastro negado, você também precisa se certificar de que está coberto em todos os outros setores do processo de financiamento. Confira algumas dicas!

1 – Escolhendo o local de financiamento

O primeiro passo é checar com sua imobiliária qual instituição financeira é a mais indicada para você realizar seu financiamento. Veja se ela possui algum tipo de parceria ou apresenta mais facilidade com algum estabelecimento específico. Isso pode ajudar para que as coisas sejam mais tranquilas. Na maioria dos casos, a escolhida é a Caixa Econômica Federal (CEF).

2 – Realize simulações

Quando encontrar as instituições financeiras que lhe agradem e que lhe ofereçam boas condições, realize simulações de valores e condições junto com a sua imobiliária. Assim, você tem conhecimento sobre taxas de juros e custos de tomada de crédito, além dos valores das parcelas e por quanto tempo precisará pagá-las. Caso não possa assumir com os custos, lhe será aconselhado outra maneira.

3 – A Caixa Econômica Federal e suas vantagens

Caso pretenda realizar o financiamento por meio da Caixa Econômica Federal, a instituição oferece alguns benefícios que podem te poupar tempo. Ela disponibiliza, por exemplo, representantes que, gratuitamente, avaliam se o comprador se encaixa nos requisitos estipulados para um financiamento, fazem a análise de crédito do interessado e simulam o valor a ser parcelado com base no que o comprador pode desembolsar mensalmente. Para completar, ainda explicam os pormenores das operações, incluindo taxas e impostos.

4 – Gastos adicionais

Lembre-se de que, caso tudo dê certo, além dos gastos com as parcelas, você terá que arcar com outros custos operacionais. Há despesas com o registro do contrato de financiamento e o imposto sobre transmissão de bens imóveis (ITBI), por exemplo. Atente-se também para as taxas de juros. Há bancos que apresentam taxas menores, mas que, em contrapartida, podem ter taxas de administração mais alta. Tente encontrar umas instituição que lhe ofereça equilíbrio.  

5 – Transparência

Ao realizar todas essas ações, você estará provavelmente, em conjunto com a imobiliária, que, nesse cenário todo, tem o papel de auxiliá-lo a tomar as melhores decisões para que o negócio seja concretizado. Por isso, é importante que haja transparência entre as partes. E isso vale para qualquer negociação, seja de casas à venda ou apartamentos. Afinal, ambos estão caminhando e trabalhando para o mesmo desejável desfecho: a aquisição de um novo imóvel.  

6 – Conta no banco financiador

Uma dica bem efetiva para acelerar o processo de financiamento é abrir uma conta corrente no banco para o qual o pedido foi enviado. Na Caixa, por exemplo, a medida gera taxas de juros melhores e o banco consegue checar rapidamente toda a movimentação financeira do comprador nos últimos meses. O que permite uma avaliação mais rápida do perfil financeiro do interessado e se ele possui ou não condições de iniciar o financiamento. Por isso, se você utilizar essa alternativa, mantenha suas contas em dia, pois suas chances de ser aprovado aumentam consideravelmente.

7 – Cadastro Positivo

A fim de comprovar regularidade e passar credibilidade à Instituição Financeira, você também pode realizar o Cadastro Positivo, que é um programa oferecido pela Serasa Experian no qual bancos e empresas podem checar se seus pagamentos estão em dia. Caso estejam, você tem benefícios e preferência no momento de solicitar empréstimos ou financiamentos com juros menores para compras, seja de imóveis ou terrenos à venda ou outra local. É simples e rápido.

Seu perfil se encaixa em algo que apontamos? Sua imobiliária tem o auxiliado corretamente? Gostou das dicas e quer que mais pessoas saibam sobre elas? Então, compartilhe o texto e espalhe a palavra. Boa sorte! Details