Connect with us

Top 6 Bolsas de Couro para um Estilo Sofisticado

Bianca Collaço

Publicado

em


Atualizado pela última vez em

 por Rafael Nogueira
mulher elegante com uma bolsa de couro

Está pesquisando pelas melhores Bolsas de Couro? Então confira este nosso guia de compra com sugestões e dicas para acertar na sua escolha!

As bolsas de couro têm desempenhado um papel icônico e duradouro na moda e no estilo de vida contemporâneo. Com uma rica história que remonta a séculos, esses acessórios versáteis não apenas evoluíram em termos de design e função, mas também mantiveram sua posição como símbolos de elegância e sofisticação. Elas são mais do que simples acessórios; são expressões de personalidade e demonstrações de bom gosto.

Fizemos uma seleção cuidadosamente escolhida das bolsas de couro mais requintadas com excelente custo benefício, destacando sua versatilidade, qualidade inigualável e por que elas são mais do que apenas um complemento para o seu look. Venha conosco e descubra como uma bolsa de couro pode elevar o seu estilo a um novo patamar.

Veja mais: As 10 melhores mochilas femininas: a primeira é incrível

Veja mais: Guia de Bolsas para Notebook: as mais recomendadas de 2023

Top 6 Bolsas de Couro

Bolsa de Couro Legítimo Alça de Ombro Cida – Mariart

Bolsa Feminina Alça de Ombro Mariart Couro Legítimo Cida (Caramelo)

R$ 449,90  em estoque
3 novos a partir de R$ 449,90
frete grátis
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

  • A Bolsa Mariart Cida é a dose certa de elegância para realçar o glamour e o poder de nossas mulheres
  • Construção em couro floater de espessura média, batido por 12 horas no fulão para garantir maciez prolongada
  • O que cabe? - Guarda-chuvas (modelos compactos), celular, pertences pequenos (molho de chaves, fones de ouvido), livro, caderno universitário, nécessaire de higiene pessoal, estojo de maquiagem, malha para os dias de frio, tablet, squeeze de 500m
  • O que não cabe? - Notebooks, Guarda-chuvas grandes
  • Dimensões: 36 x 28 x 17 cm (comprimento x altura x largura)

A Bolsa de Couro Legítimo Cida da marca Mariart, na sofisticada cor Caramelo, é a personificação da elegância, projetada para realçar o glamour e a força das mulheres modernas. Sua construção em couro estilo floater, de espessura média, submetido a um processo de batimento de 12 horas no fulão, assegura uma maciez duradoura.

Com dimensões de 36 x 28 x 17 cm, esta bolsa acomoda de maneira inteligente os objetos essenciais do dia a dia, desde guarda-chuvas compactos, celulares e pertences menores até livros, cadernos universitários, nécessaire de higiene pessoal, estojo de maquiagem, malhas para os dias frios, tablets e squeezes de 500ml. Seu design interno inclui bolsos para melhor organização, enquanto o exterior possui um prático bolso traseiro com fecho em zíper. A bolsa, no entanto, não é adequada para notebooks e guarda-chuvas volumosos.

A atenção aos detalhes é evidente na Bolsa Cida Mariart, desde o forro em sarja engomada até a logomarca aplicada meticulosamente. O fechamento magnético proporciona praticidade, e as alças duplas fixas garantem um encaixe perfeito no ombro, sem necessidade de ajustes. Os cravos fixos na base oferecem estabilidade em superfícies e proteção contra desgastes. Com sua combinação de funcionalidade e estilo minimalista, esta bolsa é verdadeiramente uma escolha sem falhas para qualquer ocasião.

Avaliações relevantes

Gostei do produto ele corresponde ao q vi no site bem acabada e o couro.de qualidade

Avaliado na Amazon em 12 de julho de 2022

Excelente! Tamanho ótimo, material de qualidade e é lindíssima! Muito elegante!

Avaliado na Amazon em 19 de julho de 2021

 Características técnicas

  • Construção: Couro estilo floater de espessura média, batido por 12 horas no fulão para garantir maciez prolongada
  • Dimensões: 36 x 28 x 17 cm (comprimento x altura x largura)
  • Corpo: Forro em sarja engomada produzida em blend de poliéster e algodão, logomarca aplicada com a técnica “letra a letra”, pingente com franja em couro
  • Fechamento: Botão magnético, haste interna com fechamento em botão de pressão
  • Parte Externa: Bolso nas costas da bolsa com fechamento em zíper
  • Alças: Alças duplas e fixas para encaixe perfeito ao ombro, sem regulagem
  • Parte Interna: Bolso saque rápido indicado para chaves e celulares, bolso com fechamento em zíper para acomodar itens mais valiosos
  • Fundo: Cravos fixos para melhor estabilidade em superfícies e maior proteção contra desgastes
  • Origem: Nacional; feita por mãos brasileiras

Bolsa de Couro Legítimo com Carteira Lezard – Mariart

Kit Bolsa E Carteira Couro Legítimo Lezard Mariart 5200+564 (Fendi)

R$ 389,90  em estoque
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

  • Corpo da bolsa: Construção em couro croco. Couro ao avesso, sem forro. Logomarca metálica aplicada na parte frontal.
  • Fechamento: Botão em ímã.
  • Parte interna: Dois bolsos pequenos fechamento em zíper.
  • Parte externa: Não possui bolsos externos.
  • Alça: Par de alças fixas.

A Bolsa E Carteira de Couro Legítimo Lezard da marca Mariart é a combinação perfeita de elegância e praticidade para mulheres que desejam um kit versátil para suas rotinas. A Bolsa Couro Transversal 5200 apresenta um corpo de couro croco, com o couro ao avesso e logomarca metálica aplicada na parte frontal. Seu fechamento é seguro e prático com um botão de ímã. No interior, dois bolsos pequenos com fechamento em zíper oferecem organização, enquanto na parte externa, a bolsa não possui bolsos adicionais.

Com um par de alças fixas, esta bolsa acomoda uma variedade de itens, incluindo guarda-chuvas, livros, cadernos, malhas para dias frios, tablets, nécessaires, aparelhos telefônicos, pertences menores, carteiras pequenas ou documentos soltos, embora seja importante notar que, dependendo do tamanho, nem todos esses itens podem ser acomodados de uma vez. Notebooks acima de 15 polegadas ou pertences de médio a grande porte não são adequados para esta bolsa. Ideal para uso casual, festas formais e rotinas executivas, a Bolsa Couro Transversal Mariart 5200 é uma escolha elegante e prática para o dia a dia.

A Carteira Couro Mariart 564 complementa o conjunto com sofisticação. Com construção em couro croco de espessura média para maior durabilidade e um forro misto de poliéster e algodão, esta carteira é ideal para manter cartões e cédulas organizados. Possui doze slots para cartões, que podem acomodar até 24 unidades, considerando a colocação de 2 cartões por slot.

Além disso, oferece cinco compartimentos livres para guardar cédulas ou documentos, e um bolso centralizado com fechamento em zíper para maior segurança. Com dimensões de 19 x 10 x 2 cm, esta carteira compacta é prática e elegante, disponível em várias cores, incluindo Fendi, Café, Preta e Vermelha. Ambos os produtos são de origem nacional, feitos com cuidado artesanal por mãos brasileiras, e proporcionam uma solução versátil e elegante para o dia a dia.

Avaliações relevantes

Excelente qualidade .

Avaliado na Amazon em 26 de outubro de 2022

 Características técnicas

Bolsa de Couro Mariart

  • Corpo da bolsa: Construção em couro croco. Couro ao avesso, sem forro. Logomarca metálica aplicada na parte frontal.
  • Fechamento: Botão em ímã.
  • Parte interna: Dois bolsos pequenos com fechamento em zíper.
  • Parte externa: Não possui bolsos externos.
  • Alça: Par de alças fixas.
  • Dimensões: 41 x 33 x 14 cm (comprimento x altura x espessura).
  • Material: Couro croco.
  • O que cabe: Guarda-chuvas, livro, caderno, malha para dias de frio, tablet, nécessaire, aparelho telefônico, pertences pequenos (molho de chaves, fones de ouvido), carteira pequena ou documentos soltos. Notebooks acima de 15 polegadas ou pertences de médio para grande porte não cabem todos ao mesmo tempo.
  • Recomendações de uso: Perfeita para o uso casual, festas formais e rotinas executivas.
  • Cuidados com o couro: Para a limpeza do couro, utilize um pano úmido com sabão neutro. Evite substâncias abrasivas e práticas de lavagem.

Carteira Couro Mariart 564MRT

  • Corpo da carteira: Construção em couro croco de espessura média para maior durabilidade.
  • Forro: Misto de poliéster e algodão.
  • Parte interna: Doze slots para cartões que comportam até 24 unidades (considerando 2 cartões por slot). Cinco compartimentos livres para cédulas, por exemplo. Bolso centralizado com fechamento em zíper.
  • Dimensões: 19 x 10 x 2 cm (comprimento x altura x largura).
  • Material: Couro.
  • Disponível nas Cores: Fendi, Café, Preta e Vermelha.
  • Origem: Nacional; feita por mãos brasileiras.

Bolsa Hobo de Couro Legitimo Marrom – Oliver Mour

Bolsa feminina em couro legítimo

R$ 489,99  em estoque
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

Color Dourado

A Bolsa Hobo de Couro Legítimo da Oliver Mour é um verdadeiro ícone de estilo e funcionalidade. Com alça de mão para um toque de elegância e versatilidade, esta bolsa é um exemplo de durabilidade e qualidade. Seu forro resistente na cor vermelha contrasta com a tonalidade do couro, proporcionando um toque de sofisticação. Os metais de alta qualidade, feitos com três camadas de verniz italiano, adicionam um toque de luxo, enquanto o fechamento a zíper garante a segurança dos seus pertences. Além disso, a bolsa acompanha uma alça transversal regulável e removível, permitindo diversas opções de uso.

Número 1 em vendas na loja Oliver Mour desde 2016, essa Bolsa, modelo 1025, conquistou milhares de clientes satisfeitos em todo o Brasil. Feita inteiramente de couro bovino legítimo, desde as alças até o corpo, esta bolsa é notavelmente leve, pesando em média 890g, garantindo conforto para o uso diário. Seus metais dourados de alta qualidade são um exemplo de atenção aos detalhes. O fechamento em zíper de metal na parte superior e no bolso traseiro, com puxadores em couro, oferece praticidade, enquanto o forro interior em tecido Brin leve vermelho possui três bolsos, incluindo dois para celulares ou objetos e um com fechamento em zíper.

Com medidas de altura de 29cm, largura de 43cm e profundidade de 17cm, esta bolsa oferece espaço suficiente para acomodar seus pertences diários com facilidade. A alça de ombro tem 40cm de comprimento, e a alça transversal removível possui 1,20m. A Oliver Mour Bolsas e Acessórios se compromete a proporcionar produtos confeccionados em couro legítimo, combinando estilo, moda e qualidade para atender às necessidades das mulheres que valorizam elegância e sofisticação em seus acessórios.

Avaliações relevantes

Gostei de tudo….o tamanho, acabamento, qualidade. Achei excelente. Adoro bolsas que tem bolsinhos internos…. muito bom.

Avaliado na Amazon em 10 de setembro de 2023

Gente o material É ótimo produto muitíssimo bom desculpa não ter enviado foto mas eu encontrei no shopping em Palmas Tocantins por um valor três vezes maior do que o que está sendo vendido aqui no site eu recomendo deixar a compra vem exatamente como uma foto ela é levemente pesada kkk sou baixinha e ela fica escorregando um pouco do meu ombro mas estou super satisfeita com a qualidade muitíssimo boa vem uma alça Extra dentro aquela alça maior de extensão mas estou muitíssimo satisfeita com a qualidade espero que tenha uma grande durabilidade pois é o que aparenta o produto

Avaliado na Amazon em 9 de agosto de 2023

 Características técnicas

  • Material: Couro Legítimo na cor Marrom
  • Alça de Mão
  • Forro Resistente na cor vermelho
  • Metais de Alta Qualidade com 3 camadas de verniz italiano
  • Fechamento a Zíper
  • Acompanha Alça Transversal Regulável e Removível
  • Peso médio de 890g para maior conforto no uso diário
  • Altura: 29cm
  • Largura: 43cm
  • Profundidade: 17cm
  • Alça de Ombro: 40cm
  • Alça Transversal Removível: 1,20

Bolsa Sacola de Couro Legitimo – Oliver Mour

Bolsa Sacola em Couro Legitimo Oliver Mour +

R$ 441,99  em estoque
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

  • Couro Legitimo

A Bolsa Bowling de Couro Legítimo na cor Café da Oliver Mour é uma verdadeira expressão de sofisticação e versatilidade. Com uma alça de mão que combina funcionalidade com estilo, esta bolsa é um exemplo de qualidade e durabilidade. Seu forro resistente na cor vermelha adiciona um toque de elegância ao interior da bolsa, enquanto os metais dourados de alta qualidade, revestidos com três camadas de verniz italiano, conferem um toque luxuoso. O fechamento a zíper mantém seus pertences seguros, e a bolsa também inclui uma alça transversal regulável e removível, proporcionando opções de uso versáteis.

A Bolsa Bowling 1030, produzida em couro bovino legítimo, combina estilo e funcionalidade. Sua construção e design garantem conforto para o uso diário, enquanto seu amplo espaço interno oferece versatilidade. Os metais dourados, revestidos com verniz italiano, refletem a atenção aos detalhes e à qualidade. O fechamento em zíper de metal na parte superior e no bolso traseiro, com puxadores em couro, proporciona praticidade. O forro interno em tecido Brin leve vermelho conta com três bolsos, incluindo dois para celulares ou objetos e um com fechamento em zíper, para manter tudo organizado.

Com medidas de altura de 29cm, largura de 42cm e profundidade de 16cm, a Bolsa Bowling é espaçosa e versátil, pronta para acomodar seus pertences com elegância. A alça de ombro tem 48cm de comprimento, enquanto a alça transversal removível oferece flexibilidade de uso com 1,20m de comprimento. A Oliver Mour Bolsas e Acessórios se dedica a proporcionar satisfação em seus produtos e atendimento, com a missão de oferecer acessórios confeccionados em couro legítimo para mulheres que apreciam estilo, moda e qualidade em seus acessórios.

Avaliações relevantes

Amei a minha bolsa. Material de excelente qualidade. Veio bem embalada, e ainda chegou antes do prazo. Com certeza, compraria novamente.

Avaliado na Amazon em 6 de setembro de 2023

Produto de excelente qualidade.
Totalmente acima do esperado.
Empresas como essa dão orgulho pra nós brasileiros!

Avaliado na Amazon em 29 de agosto de 2023

 Características técnicas

  • Material: Couro Legítimo na cor Café
  • Alça de Mão
  • Forro Resistente na cor vermelho
  • Metais de Alta Qualidade com 3 camadas de verniz italiano
  • Fechamento a Zíper
  • Acompanha Alça Transversal Regulável e Removível
  • Produzida em couro bovino legítimo
  • Peso médio para maior conforto no uso diário
  • Fechamento em zíper de metal na parte superior e no bolso traseiro, com puxadores em couro
  • Parte interna forrada em tecido Brin leve vermelho com 3 bolsos, sendo 2 para celulares ou objetos e um com fechamento em zíper.
  • Altura: 29cm
  • Largura: 42cm
  • Profundidade: 16cm
  • Alça de Ombro: 48cm
  • Alça Transversal Removível: 1,20m

Bolsa de Couro Legitimo Souli – Betania Couros

Bolsa Feminina Social de Ombro Souli Bolsa de Couro Legitimo | Prática e Elegante - BETANIA COUROS (Whisky)

 fora de estoque
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

  • Visual Sofisticado e Elegante que pode ser usado em diversas combinações de looks
  • O bolso com zíper na parte de trás é ideal para guardar chaves e carteiras de forma discreta e prática
  • Ótimo acabamento - Espaço ideal para levar tudo o que precisa de forma organizada
  • Bolsa Couro Legitimo - Qualidade Premium de Luxo
  • Fabricada por Especialistas em Couro, Alta Qualidade

A Bolsa Feminina Social de Ombro da Betania Couros é uma verdadeira joia em couro legítimo que combina sofisticação, elegância e praticidade. Com um visual sofisticado e moderno, esta bolsa é versátil e pode ser facilmente incorporada em diversos estilos de looks. Ela é o acessório perfeito para o dia a dia, permitindo que você carregue todos os seus pertences de forma organizada, graças aos bolsos internos e ao bolso com zíper na parte de trás. Fabricada por especialistas em couro, esta bolsa de alta qualidade oferece um acabamento impecável e é a escolha ideal para quem busca uma peça durável e luxuosa.

Com alças fixas para uso no ombro, essa bolsa é um exemplo de design moderno e funcionalidade. Seus detalhes em couro legítimo de dois tons conferem um toque de elegância e a tornam uma opção versátil para diversas combinações de looks. O bolso com zíper na parte de trás é um recurso discreto e prático para armazenar itens essenciais, como chaves e carteiras.

Disponível em cores como preta, café, caramelo e whisky, esta bolsa atende às preferências individuais e é perfeita para complementar o visual do dia a dia com estilo e qualidade premium de luxo. Suas dimensões de altura de 33 cm, largura de 37 cm e comprimento de 27 cm a tornam espaçosa o suficiente para acomodar tudo o que você precisa, enquanto o peso leve de 500g garante o máximo de conforto no uso diário.

Avaliações relevantes

A bolsa é bonita e de boa qualidade. Gosto de bolsas pouco estruturadas. O tamanho também ficou bom.

Avaliado na Amazon em 4 de março de 2022

 Características técnicas

  • Tipo de fecho: Zíper
  • Visual sofisticado e elegante, perfeito para diversas combinações de looks
  • Bolso com zíper na parte de trás para armazenar chaves e carteiras de forma discreta e prática
  • Ótimo acabamento e espaço ideal para acomodar seus pertences de forma organizada
  • Fabricada em couro legítimo de alta qualidade
  • Produzida por especialistas em couro, garantindo alta qualidade
  • Ótimo acabamento
  • Espaço amplo para levar tudo o que precisa no dia a dia
  • Design moderno
  • Alças fixas para uso no ombro
  • Bolsos internos: 2 pequenos sem fechamento e 1 com fechamento em zíper
  • Bolso externo com zíper na parte de trás
  • Sem divisórias
  • Material: Couro legítimo
  • Dimensões: Altura de 33 cm, Largura de 37 cm, Comprimento de 27 cm
  • Peso: 500g

Bolsa de Couro Legitimo Forrada Luxo Whisky – Felice

Bolsa de Couro Legitimo Forrada Luxo Whisky

R$ 279,99  em estoque
Amazon.com.br
atualizado em 16 de julho de 2024 17:23

Especificações

  • Bolsa Feminina de Couro Legitimo
  • Possui Bolso Interno
  • Interior Forrado
  • Lançamento
  • Produto Exclusivo

A Bolsa Feminina Felice Luxo em Couro Legítimo da marca Felice é o exemplo perfeito de elegância e funcionalidade. Esta bolsa de origem nacional é confeccionada com couro bovino, um material que combina durabilidade e sofisticação. Seu interior forrado oferece um ambiente organizado, e o botão de fecho mantém seus pertences seguros. Este lançamento exclusivo da marca demonstra sua dedicação em criar produtos que atendam às necessidades das mulheres modernas, seja para uso pessoal ou como um presente sofisticado.

As bolsas são mais do que um simples acessório de moda; elas são práticas e versáteis, adequadas para diversas ocasiões. A Bolsa Felice é uma manifestação de anos de experiência, onde a excelência é prioridade.

Avaliações relevantes

Muito bonita e de boa qualidade

Avaliado na Amazon em 31 de agosto de 2023

BOLSA MARVILHOSA , AMEYYY SUPER DISCRETA DE QUALIDADE E ORIGINAL , É COURO MESMO , VEM FORRADA E COMO NA FOTO PURO ESTILO . CHEGOU ANTES DO PRAZO E JÁ ESTOU USANDO !

Avaliado na Amazon em 6 de março de 2023

 Características técnicas

  • Origem: Nacional
  • Descrição da pele: Couro Bovino
  • Forro: Tecido
  • Tipo de fecho: Botão
  • Bolsa Feminina de Couro Legítimo
  • Possui Bolso Interno
  • Interior Forrado
  • Lançamento
  • Produto Exclusivo
  • Medidas da Bolsa: 48 cm de Altura (com a alça) X 43 cm de Largura X 15 cm de Profundidade x 18 cm de Alça.

O que é uma Bolsa de Couro?

Uma bolsa de couro é muito mais do que um simples acessório de moda; é uma declaração de elegância e versatilidade que atravessa as estações e permanece eternamente na moda. Feitas com um dos materiais mais nobres e duráveis, as bolsas de couro são conhecidas por sua qualidade premium e estilo atemporal. O couro é um material que combina resistência com sofisticação, e uma bolsa feita dele é uma verdadeira joia no guarda-roupa de qualquer pessoa.

Adquirir uma bolsa de couro é um investimento inteligente. Além de serem duráveis e resistentes ao desgaste, as bolsas de couro evoluem com o tempo, ganhando um caráter único à medida que envelhecem. Seu interior forrado proporciona um ambiente seguro para seus pertences, e a presença de bolsos internos facilita a organização. Além disso, o toque do couro, sua aparência sofisticada e a sensação de carregar uma peça de alta qualidade são incomparáveis.

As bolsas de couro são a escolha perfeita para uma variedade de ocasiões, desde o uso diário até eventos formais. Sua versatilidade as torna adequadas para diferentes roupas e situações, e sua durabilidade garante que você terá um acessório confiável por muitos anos. Além disso, uma bolsa de couro é uma declaração de estilo que nunca sai de moda, garantindo que você esteja sempre elegante. Portanto, investir em uma bolsa de couro é mais do que comprar um acessório; é adquirir um símbolo de qualidade, sofisticação e durabilidade que pode elevar seu visual e sua confiança.

Veja mais: As 10 Melhores Mochilas de Couro para Advogados

Como escolher uma Bolsa de Couro?

Identifique Suas Necessidades

Comece determinando a finalidade da bolsa. Por exemplo, se você precisa de uma bolsa para uso diário, você deve escolher uma opção espaçosa e durável para acomodar seus pertences essenciais. Considere o seu estilo pessoal e preferências de design. Se você deseja uma bolsa versátil, a “Bolsa Souli” da Betania Couros é uma excelente escolha devido ao seu visual sofisticado e elegante que combina com diferentes looks. Também pense nas funcionalidades desejadas. Se a organização é importante, busque por bolsas como a Bolsa Felice, que possui bolsos internos e externos para uma melhor organização.

Avalie a Qualidade do Couro

Quando se pretende comprar um produto de couro, é importante avaliar se a bolsa é feita de couro legítimo. O couro legítimo é conhecido por sua durabilidade e beleza atemporal. Observe os detalhes do acabamento, como os metais utilizados. Bolsas como a “Bolsa Mariart Cida” destacam-se pelo uso de metais de alta qualidade, conferindo durabilidade e estilo.

Verifique o Interior e Organização

Também é importante avaliar o forro da bolsa e a presença de bolsos internos e externos. Isso pode ajudar na sua organização pessoal, e também avaliar a durabilidade da bolsa. A “Bolsa de Couro Legítimo Lezard” da Mariart oferece bolsos internos com zíper, permitindo uma organização eficaz.

Considere o Tamanho e Peso

Verifique as dimensões da bolsa para garantir que ela acomode seus pertences diários. Uma bolsa maior oferece espaço suficiente para suas necessidades, enquanto uma bolsa menor pode atender necessidades mais modestas. Também pense no peso da bolsa. Bolsas mais leves, como a “Bolsa Bowling” da Oliver Mour, com aproximadamente 890g, proporcionam maior conforto no uso diário.

Verifique a Reputação da Marca

Você também pode avaliar se as bolsas são de origem nacional, de forma a estimular o comércio interno. Além disso, considere a reputação da marca, sua experiência no mercado e políticas de atendimento ao cliente, como a garantia de produtos.

Perguntas Frequentes

O que é couro legítimo?

O couro legítimo é obtido da pele de animais, como bovinos, ovinos e suínos, sendo processado e tratado para uso em produtos como bolsas.

Qual a diferença entre couro legítimo e sintético?

O couro legítimo é feito a partir da pele animal, enquanto o sintético é produzido com materiais artificiais. O couro legítimo é mais durável e tem uma aparência natural.

Como posso identificar se uma bolsa é de couro legítimo?

Uma dica é verificar se a superfície possui irregularidades naturais da pele, como veias e marcas. Além disso, o cheiro característico do couro é uma pista.

Qual o tipo de couro mais comum em bolsas?

O couro bovino é um dos mais comuns devido à sua durabilidade. Outras opções incluem couro de cabra e de carneiro.

Bolsas de couro mancham facilmente?

Bolsas de couro podem manchar, especialmente se entrar em contato com líquidos. Evite líquidos e guarde sua bolsa adequadamente.

As bolsas de couro são resistentes à água?

O couro não é impermeável, mas bolsas de couro de qualidade podem resistir a pequenas quantidades de água. Proteja-as de chuvas intensas.

Como limpar bolsa de couro?

Para limpar uma bolsa de couro, use um pano úmido com sabão neutro, esfregando suavemente em movimentos circulares, seguido de um pano seco. Hidrate o couro com condicionador específico.

Como tirar tinta de caneta de bolsa de couro?

Para remover tinta de caneta de uma bolsa de couro, aplique álcool isopropílico em um cotonete, esfregue suavemente na mancha e limpe com um pano limpo.

Como tirar mofo de bolsa de couro?

Para remover mofo de uma bolsa de couro, faça uma pasta de bicarbonato de sódio e água, aplique na área mofada, deixe agir, depois limpe com um pano úmido e seque bem.

Como hidratar bolsa de couro?

Para hidratar uma bolsa de couro, aplique um condicionador de couro de alta qualidade, esfregue suavemente, remova o excesso e deixe secar naturalmente. Isso evita ressecamento e rachaduras.

Conclusão

As bolsas de couro são mais do que acessórios de moda; são símbolos de elegância, durabilidade e versatilidade. Com uma ampla gama de estilos, cores e tamanhos disponíveis, as bolsas de couro atendem às necessidades de mulheres de todas as idades e estilos.

Além de sua beleza estética, elas também são investimentos de longo prazo, uma vez que a qualidade do couro e a construção sólida garantem que essas bolsas resistam ao teste do tempo, tornando-as companheiras confiáveis em todas as jornadas da vida.

Portanto, ao escolher uma bolsa de couro, você está fazendo uma escolha sábia e atemporal que irá enriquecer e aprimorar seu guarda-roupa e seu estilo de vida.

Referências

Imagens: Freepik
Amazon

Continuar lendo

Constitucional

Reputação Ilibada: Compromisso com a Ética e a Transparência

Redação Direito Diário

Publicado

em

reputação ilibada

Reputação ilibada refere-se a uma reputação que é inteiramente limpa, sem mácula ou mancha. Esse termo é utilizado com frequência em contextos legais e profissionais para descrever um indivíduo cuja conduta é considerada irrepreensível e moralmente íntegra.

No contexto legal, a reputação ilibada é um requisito fundamental para juízes e advogados, cuja integridade é vital para a justiça. Na política, a confiança do público em seus representantes depende fortemente da percepção de sua reputação. Profissionais como médicos e contadores também dependem de uma reputação sem mácula para assegurar a confiança de seus clientes e pacientes.

Em se tratando mais especificamente da realidade jurídica, trata-se de um conceito importante, particularmente no contexto do direito público e privado, figurando como requisito para a investidura em diversos cargos públicos.

Definição de Reputação Ilibada

Não existe especificamente uma definição legal para o termo “reputação ilibada”, de modo que podemos nos perguntar como é possível

A palavra “ilibado” deriva do latim “illibatus”, referindo-se a algo limpo. Segundo o Dicionário Aurélio (2010, online), o termo significa “não tocado”, ou mesmo “puro, incorrupto”.

Manter uma reputação ilibada requer um compromisso contínuo com a ética, a transparência e a responsabilidade. Práticas como a honestidade, o cumprimento das leis e a manutenção de padrões profissionais elevados são essenciais. Além disso, é importante evitar comportamentos que possam comprometer a integridade pessoal e profissional.

Em 1999, em resposta à consulta formulada pelo então presidente do Senado, Antônio Carlos Magalhães, a Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJ), elaborou uma definição para o termo. De acordo com a CCJ, no intuito de aclarar o conceito constitucional, “considera-se detentor de reputação ilibada o candidato que desfruta, no âmbito da sociedade, de reconhecida idoneidade moral, que é a qualidade da pessoa íntegra, sem mancha, incorrupta”.

Trata-se de uma condição subjetiva, que se associa à boa fama, ao comportamento público e à respeitabilidade do pretendente. A reputação do candidato deve inspirar a estima de seus pares, ante sua conduta proba, compatível com o cargo (RODRIGUES JUNIOR; AGUIAR, 2009).

O aludido requisito relaciona-se com os princípios da Administração Pública, ante a função a qual se pretende exercer. Vincula-se, principalmente, ao princípio da moralidade, o qual exige a atuação ética dos agentes públicos. Dessa forma, deve-se observar os antecedentes profissionais dos candidatos a cargos públicos, atentando se há máculas em sua atuação pregressa.

Destaque-se que o princípio da presunção de inocência não possui caráter absoluto neste contexto, de acordo com a jurisprudência. Assim, em caso de dúvida fundada sobre a reputação ilibada do candidato, é possível sobrepor o interesse público ao privado. Desse modo, evita-se que um indivíduo, ainda que apenas possivelmente, inapto assuma a função pública.

Reputação Ilibada na Legislação Brasileira

É possível encontrar menção em diversos momentos à reputação ilibada do indivíduo como necessária em certas ocasiões. A Constituição federal menciona a necessidade de “reputação ilibada” nos seguintes casos:

Art. 101. O Supremo Tribunal Federal compõe-se de onze Ministros, escolhidos dentre cidadãos com mais de trinta e cinco e menos de setenta anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada.

[…]

Art. 128 § 1º O Ministério Público da União tem por chefe o Procurador-Geral da República, nomeado pelo Presidente da República dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e cinco anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absoluta dos membros do Senado Federal, para mandato de dois anos, permitida a recondução.

Lei Orgânica da Magistratura Nacional (LOMAN)

Além da Carta Magna, podemos mencionar legislação infraconstitucional que, apesar de não trazerem literalmente o termo “reputação ilibada”, fazem menção à necessidade de se manter a imagem proba, reforçando o compromisso com a ética.

Assim, podemos citar a Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429/1992), que visa proteger o patrimônio público e punir atos de improbidade, sendo que a prática de tais atos pode comprometer a reputação ilibada do servidor público.

Também a Lei de Licitações estabelece critérios para a participação de empresas em licitações públicas, exigindo que as empresas participantes de licitações comprovem sua idoneidade e regularidade fiscal.

Ainda, mencionemos a Lei da Ficha Limpa, uma lei de iniciativa popular, que busca tornar mais rigorosos os critérios de inelegibilidade para cargos eletivos, visando melhorar a moralidade e a ética na política brasileira.

Sobre a Lei da Ficha Limpa, podemos ver aqui algumas mudanças que ela trouxe no ordenamento jurídico pátrio.

Análise Jurisprudencial

A reputação ilibada também é foco de decisões judiciais que buscam pacificar o entendimento sobre quando se considera configurada a reputação ilibada, bem como verificar os critérios objetivos para que se possa esclarecer para a sociedade quando se tem ou não a índole necessária para assumir o cargo público.

Mencionem-se  decisões sobre o assunto:

ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. MANDADO DE SEGURANÇA. NOMEAÇÃO PARA CARGOS ESTATUTÁRIOS DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS. REQUISITOS LEGAIS NÃO PREENCHIDOS. RESOLUÇÃO Nº 3041/02-BACEN. REPUTAÇÃO ILIBADA NÃO COMPROVADA. SEGURANÇA DENEGADA. […]

3. O fundamento do ato requestado foi a ausência da reputação ilibada do impetrante em decorrência do fato de sua conduta estar sendo objeto de investigação em processo administrativo, que lhe infringiu uma penalidade. Há que se saber que mesmo não estando concluído o processo, e estando pendente de recurso, com possibilidade de julgamento favorável ao impetrante, ainda assim, a reputação dele estaria maculada, não mais se configurando como ilibada.

4. Não obstante o caráter subjetivo que envolve o conceito de reputação ilibada, ele sempre vai implicar em limpidez de conduta, na ausência de mácula e de impureza para sua configuração. Na hipótese vertente, ante a relevância do cargo a ser assumido pelo postulante, fica evidente que o processo investigatório a que ele está sendo submetido o coloca sob suspeita, o que não se compatibiliza com as exigências legais para o preenchimento do referido cargo. […]

6. Diante das próprias circunstâncias em que se ergue o sistema financeiro nacional, que tem como pilar fundamental a confiança, não se pode prescindir do rigor dos critérios para se analisar o perfil daqueles que vão representá-lo perante toda a sociedade, razão pela qual, não se reveste de ilegalidade o ato apontado como coator. Apelação improvida. (TRF-5, Apelação nº 19236-68.2012.4.05.8300, Relator: Des. Fed. José Maria Lucena, Primeira Turma, Data de Julgamento: 27.03.2014, Data de Publicação: 04.04.2014, grifo nosso).

Ainda, podemos mencionar:

ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. MANDADO DE SEGURANÇA. AUTORIDADES COATORAS. LEGITIMIDADE PASSIVA. CARGOS DE DIREÇÃO EM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. NÃO HOMOLOGAÇÃO DE NOME DE CANDIDATO ELEITO. REPUTAÇÃO ILIBADA. PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA. […]

É cediço, na jurisprudência e doutrina pátrias, que o conceito de reputação ilibada é amplo e indeterminado, permitindo uma correlata avaliação discricionária da Administração Pública. Conquanto a prévia condenação criminal transitada em julgado seja imprescindível para o Estado forçar o acusado a cumprir pena privativa de liberdade, tal exigência não se estende à imposição de restrições de outra ordem (não criminal, ou seja, restrições administrativas, creditícias etc.), as quais não se equiparam a ‘execução provisória de decisão condenatória penal’, constituindo, antes, medida de natureza cautelar em prol do interesse público. (TRF-4, Apelação nº 5048060-62.2013.4.04.7000, Relatora: Des. Fed. Vivian Josete Pantaleão Caminha, Quarta Turma, Data de Julgamento: 01.07.2014, Data de Publicação: 02.07.2014, grifo nosso).

Destarte, constata-se que a reputação ilibada trata-se de requisito subjetivo para investimento em cargo público. Portanto, para ser detentor de reputação ilibada, deve-se pautar pela ética exigida para o exercício do cargo pretendido, não se permitindo corromper e nem envolver em escândalos que atentem contra o interesse público.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ILIBADO. In: FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Eletrônico Aurélio. 5. Ed. Positivo, 2010. Disponível em: <https://contas.tcu.gov.br/dicionario/home.asp>. Acesso em: 29 dez. 2016.

RODRIGUES JUNIOR, Otavio Luiz; AGUIAR, Alexandre Kehrig Veronese. Vaga no Supremo: Críticas a Toffoli não se sustentam diante da CF. Revista Consultor Jurídico, 23 set. 2009. Disponível em: <http://www.conjur.com.br/2009-set-23/criticas-toffoli-nao-sustentam-diante-constituicao>. Acesso em: 29. dez. 2016.

SENADO FEDERAL. Reputação ilibada é a qualidade da pessoa íntegra, define CCJ. Disponível em: <http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/1999/09/29/reputacao-ilibada-e-a-qualidade-da-pessoa-integra-define-ccj/>. Acesso em: 29 dez. 2016.

Continuar lendo

Artigos

Processo de execução na Lei 13.105/15

Redação Direito Diário

Publicado

em

Processo de execução na Lei 13.105/15

INTRODUÇÃO

O processo de execução tem como objetivo a satisfação de um título executivo (art. 783 – 785, CPC), não há execução sem título executivo, aquele que é assim determinado por lei. Certeza, exigibilidade e liquidez são as três características do título executivo, o título que não portar essas características, será a execução extinta. A efetivação do crédito é premissa fundamental da execução.

Para que o credor instaure a execução deverá demonstrar que cumpriu a sua parte, do contrário, a execução será extinta. Não será possível instaurar execução caso o devedor tenha tido o seu crédito satisfeito, conforme o art. 788, NCPC.

Também não será possível promover a execução, aquele exequente que estiver em posse de bem do executado.

1 Títulos executivos

A execução se iniciará com a existência de título executivo. Não há fase de liquidação de sentença para títulos executivos extrajudiciais, pois como o nome já diz, é para sentença ilíquida e os extrajudiciais já devem ser certo, exigível e líquido.

1.1 Classificação

Os títulos executivos são judiciais, outros são extrajudiciais, que foram considerados títulos executivos por lei. Os judiciais não necessitam de um processo autônomo para forçar o pagamento do devedor, vão somente se sujeitar a fase de cumprimento de sentença, já que esta é o título executivo. A sentença arbitral também será título executivo judicial, por equiparação. Vejamos um exemplo de julgado sobre um título executivo judicial:

PROCESSO CIVIL. RECURSO ESPECIAL REPRESENTATIVO DA CONTROVÉRSIA. ART. 543-C DO CPC. EXEQUIBILIDADE DE SENTENÇAS NÃO CONDENATÓRIAS. ARTIGO 475-N, I, DO CPC.

1. Para fins do art. 543-C do CPC, firma-se a seguinte tese: “A sentença, qualquer que seja sua natureza, de procedência ou improcedência do pedido, constitui título executivo judicial, desde que estabeleça obrigação de pagar quantia, de fazer, não fazer ou entregar coisa, admitida sua prévia liquidação e execução nos próprios autos”.

2. No caso, não obstante tenha sido reconhecida a relação obrigacional entre as partes, decorrente do contrato de arrendamento mercantil, ainda é controvertida a existência ou não de saldo devedor – ante o depósito de várias somas no decorrer do processo pelo executado – e, em caso positivo, qual o seu montante atualizado. Sendo perfeitamente possível a liquidação da dívida previamente à fase executiva do julgado, tal qual se dá com as decisões condenatórias carecedoras de liquidez, deve prosseguir a execução, sendo certa a possibilidade de sua extinção se verificada a plena quitação do débito exequendo.

3. Recurso especial provido.

(STJ – REsp n. 1.324.152/SP, relator Ministro Luis Felipe Salomão, Corte Especial, julgado em 4/5/2016, DJe de 15/6/2016.)

    Os extrajudiciais, todavia, irão ensejar o processo de execução. Conforme o art. 772, NCPC, o juiz terá a possibilidade de buscar mais informações acerca do patrimônio ou outras que possam auxiliar no prosseguimento da execução.

    Deverá o juiz assegurar a confidencialidade de algumas destas informações por serem muito intimas que não merecem ser públicos a luz do interesse público, se estas forem passíveis de exceções ao princípio da publicidade. São letra de câmbio, nota promissória, contrato garantido por hipoteca, penhor, anticrese ou outra garantia real, contrato de seguro de vida em caso de morte, todos os demais títulos que a lei atribuir expressamente característica de título executivo e outros dispostos no art. 784, CPC.

    Vejamos um exemplo de julgado sobre um título executivo extrajudicial:

    PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO. INOVAÇÃO RECURSAL. EXAME. INVIABILIDADE. TÍTULO EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL (CONTRATO ADMINISTRATIVO). EMPENHO DA DESPESA. AUSÊNCIA. INEXIGIBILIDADE.

    1. É defeso à parte inovar em sede de agravo interno, apresentando argumento não esboçado nas contrarrazões ao apelo especial, dada a preclusão consumativa.

    2. De acordo com a jurisprudência do STJ, o empenho da despesa pública é uma das fases indispensáveis para o pagamento de dívidas dos entes públicos, de modo que a sua ausência “torna os contratos firmados com a Administração Pública inexigíveis e ilíquidos” (AgInt no AREsp 1.448.364/SP, relator Ministro Paulo Sérgio Domingues, Primeira Turma, julgado em 30/10/2023, D Je de 3/11/2023).

    3. Ao entender que a “mera alegação do gestor público da falta de empenho de notas fiscais e da irregularidade do contrato e/ou de procedimento licitatório não é suficiente para desconstituir o crédito do contratado”, o Tribunal local discrepa da orientação preconizada nesta Corte Superior, sendo válido ressaltar que o exame da matéria, no caso concreto, não depende do reexame do contexto fático-probatório encartado nos autos.

    4. Agravo interno desprovido.

    (STJ – AgInt no AREsp n. 2.339.479/GO, relator Ministro Gurgel de Faria, Primeira Turma, julgado em 17/6/2024, DJe de 26/6/2024.)

      Aquela transação que for homologada por juiz será título executivo judicial. A existência de um título executivo extrajudicial não impede o credor de iniciar um processo de conhecimento para adquirir um título executivo judicial.

      1.2 Cumulação de títulos executivos

      Conforme o art. 780, NCPC, o exequente poderá cumular execuções se o juízo competente for o mesmo, bem como o procedimento e o devedor.

      2 Execução por quantia certa

      Ocorre pela expropriação (adjudicação, alienação – iniciativa particular ou leilão, apropriação de frutos e rendimentos de empresa ou de outros bens) de bens do executado, ressalvadas as execuções especiais, conforme art. 824, NCPC. Será iniciada com a execução com petição inicial, sendo feito realizado o juízo de admissibilidade, com possibilidade se emendar a inicial. Feito o recebimento, será feita a citação tendo o executado o prazo de 3 dias para realizar o pagamento, sob pena de realização de penhora.

      São impenhoráveis o rol do art. 833, NCPC.

      3 Sujeitos da relação processual

      Exequente, aquele que tem legitimidade originária da execução, o credor de um título executivo, ou aquele que assume a legitimidade de forma derivada, como no caso do espólio ou sucessores de devedor falecido que não sejam devedores de obrigação personalíssima, o sub-rogado ou cessionário; e executado, polo passivo, o devedor reconhecido no título executivo, fiador, novo devedor, que adquiriu o crédito, responsável tributário definido em lei.

      4 Responsabilidade patrimonial

      O indivíduo não responde com a sua liberdade por não ter adimplido a obrigação, salvo a única prisão civil que resiste até os dias atuais, qual seja a prisão civil por dívida alimentar. Mas responderá com todos os seus bens, presentes e futuros, salvo aqueles protegidos por lei, que são os bens impenhoráveis, seja esta absoluta ou relativa.

      5 Ato atentatório a dignidade da justiça

      Considera-se ato atentatório a dignidade da justiça, seja ela omissiva ou comissiva, as seguintes condutas: fraude à execução (alienação, dilapidação patrimonial), que difere da fraude contra credores que se encontra no art. 158 e seguintes, CC; se opõe maliciosamente à execução, empregando meios ardis; dificulta ou embaraça a realização de penhora; resiste injustificadamente às ordens judicias; não indica ao juiz quais são e onde estão os bens passíveis de penhoras.

      6 Petição inicial

      A inicial irá apresentar os requisitos do art. 319 e seguintes, NCPC, podendo o credor indicar bens do devedor a serem levados a penhora, se conhecer destes. Caso o credor não tenha estas informações, será o devedor intimado a indicar estes bens, caso não o faça, cometerá ato atentatório a dignidade da justiça, ficando condenado ao pagamento de multa não superior a 20% sobre o valor atualizado do débito (não do valor da causa) que será revertida em favor do exequente.

      7 Desistência da execução

      Possibilidade de desistência da execução toda, ou apenas alguns dos atos executivos, devendo ser avaliada a posição do embargante. Se não impugnou ou embargou o executado não será necessária a sua anuência. Se sim, será extinta a impugnação e os embargos à execução se estas versarem apenas sobre questões processuais, com o pagamento de custas pelo exequente. Quando não se tratar somente de matéria processual, estará a desistência do exequente dependerá da anuência do embargante.

      Em caso no qual a execução seja tida como inverdade, haverá a cobrança de multa e condenação por litigância de má-fé podendo o executado ter direito a cobrar por qualquer coisa que a execução possa vir a ter lhe prejudicado.

      8 Embargos à execução

      Caso o executado queira se defender, oferecerá embargos à execução em 15 dias, que serão atuados em apartado, sendo iniciado com uma petição inicial. Havendo a possibilidade de se penalizar advogado, ao se verificar a existência de documentos falsos.

      Reconhecendo o crédito do exequente, o executado poderá pagar 30% do valor total do crédito e requer o parcelamento do restante em até seis vezes. Essa opção implica na perda do direito de opor embargos.

      9 Meios de impugnações judiciais

      Dentre os meios de impugnações judiciais há recursos, reforma, aprimora ou altera as decisões judiciais; ações autônomas de impugnação, origina novos processos para combater decisões judiciais; e sucedâneos recursais, não se confundem com recursos nem com ações autônomas.

      Quer se aprofundar no estudo jurídico? Confira aqui esses livros de Direito Processual Civil:

      CURSO DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL - V.1 - INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL CIVIL, PARTE GERAL E PROCESSO DE CONHECIMENTO (2024) (Volume 1)

      R$ 189,90
      R$ 159,17
       em estoque
      20 novos a partir de R$ 153,70
      frete grátis
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Direito processual civil - Coleção Esquematizado - 15ª edção 2024

      R$ 342,70
      R$ 233,63
       em estoque
      9 novos a partir de R$ 233,63
      frete grátis
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Especificações

      • Livro

      Manual de Direito Processual Civil - Volume único (2024)

      R$ 259,90
      R$ 233,91
       em estoque
      10 novos a partir de R$ 219,90
      frete grátis
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Imagens: pixabay.

      Continuar lendo

      Dicas

      Citação: como referenciar em um artigo científico?

      Avatar

      Publicado

      em

      Citação: como referenciar?

      Olá, caros leitores! A Equipe Direito Diário se esforça bastante para sempre estar lançando novos projetos para a disseminação do conhecimento jurídicos e, recentemente, lançamos nossa revista científica, com certificação ISSN.

      Com o fim de auxiliar todos aqueles que desejam submeter artigos para a revista, estaremos postando uma pequena série de dicas sobre metodologia e normatização científica. Nesse texto, falaremos um pouco sobre como devemos referenciar uma citação.

      O que é uma referência?

      Peguemos a definição de dicionário: “[…] 3. Menção, registo. […] 5. Conjunto de qualidades ou características tomado como modelo” (PRIBERIUM, 2018). Vemos, portanto, que referência tanto pode significar um registro direto, como algo que fez menção, um paradigma.

      Pelo primeiro sentido, a referência seria o ato de referenciar, de relatar a procedência de uma transcrição de ideia no seu texto (tal como fiz a transcrição da definição no início desse parágrafo), podendo ela ser uma citação direta ou uma citação indireta.

      Pelo segundo sentido, a referência seria a obra ou a ideia que irá guiar determinada parte do seu raciocínio. Nesse sentido, as suas ideias serão guiadas pela concordância ou pelo confronto com uma ideia preexistente. Esse sentido de referência, contudo, é assunto para um outro texto no futuro.

      A partir desse momento, sempre que falarmos de “referência” será relacionado ao primeiro sentido.

      Quando devo fazer a citação de uma referência no meu texto?

      Essa pergunta é deveras importante, pois o seu não cumprimento correto pode levar ao plágio (art. 184 do Código Penal). Sempre que for citada uma ideia, um dado ou um raciocínio que não seja seu, que você tenha lido em algum lugar, deve-se registrar o local onde você encontrou tal informação.

      Existem dois padrões mais conhecidos de citação: o “Autor-Data” e o “Nota de Rodapé”. No primeiro, a referência deve ficar entre parênteses constando o sobrenome de cada autor ou o nome de cada entidade responsável até o primeiro sinal de pontuação separados por “ponto e vírgula”, seguido(s) do ano de publicação do documento e da(s) página(s), da citação; todos separados por “vírgula”. 

      Caso o autor da referência seja citado no parágrafo antes de sua citação, você poderá colocar entre parênteses ao seu lado apenas o ano e a página (NORMAS E REGRAS, 2018).

      Exemplo extraído do texto A coação ilegal e o Habeas Corpus (grifo nosso)

      Amplamente utilizado nas ações penais, é considerado uma ação autônoma de impugnação no Direito Processual Penal e visa a prevenir e remediar restrições de ilegais ou abusivas de liberdade de locomoção. Nesse sentido, o HC pode ser aplicado para impugnar qualquer ato judicial, administrativo e, até mesmo, ato de particulares (LIMA; 2017; p. 1757).

      Já a segunda forma de citação consiste em criar uma nota de rodapé ao final da citação, onde o autor do texto deverá especificar completamente a obra de onde extraiu a ideia. Para os vários tipos de fontes, há uma forma específica de referenciação, não sendo viável demonstrar todas nesse espaço. Isso posto, irei limitar a abordagem à referências de livros. 

      Para isso, utilize o “macete” ATELEA + página: Autor (último sobrenome em caixa alta seguido pelo restante do nome, separados por vírgula). Título (em negrito, caso haja subtítulo ele deverá ficar sem negrito). Edição (não há necessidade se for 1ª edição). Local de Lançamento (caso não haja essa informação, deve-se usar o local principal da editora). Editora. Ano. Página(s) onde encontrou tal(is) informação(ões).

      E os Ebooks?

      Os ebooks, como se sabe, não apresentam uma numeração de página, em face de seu formato. Nesse caso, você deverá colocar “ebook” no lugar da página. Isso será válido tanto para a referenciação “Autor-Data” quanto para a “Nota de Rodapé”.

      Exemplo extraído do texto A coação ilegal e o Habeas Corpus (grifo nosso)

      O Habeas Corpus, portanto, tornou-se constante no ordenamento jurídico brasileiro, presente também no Código de Processo Penal Brasileiro, de 1941 (PACELLI; 2017; ebook).

       

      E qual o modelo adotado no Direito Diário?

      Por seu aspecto mais simplificado, o modelo “Autor-Data” é o utilizado tanto na publicação da Revista Direito Diário quanto nos textos postados no portal virtual.

      Quer se aprofundar no estudo jurídico? Confira aqui esses livros de Metodologia:

      Manual de Metodologia da Pesquisa no Direito - 9ª edição 2023

      R$ 265,70
      R$ 107,42
       em estoque
      20 novos a partir de R$ 101,43
      frete grátis
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Especificações

      Edition
      Language Português
      Number Of Pages 368
      Publication Date 2023-01-18T00:00:01Z

      Metodologia da Pesquisa em Direito - 3ª edição 2023

      R$ 220,60
      R$ 84,21
       em estoque
      14 novos a partir de R$ 84,21
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Especificações

      Edition
      Language Português
      Number Of Pages 592
      Publication Date 2022-12-07T00:00:01Z

      Metodologia da Pesquisa Jurídica - 18ª edição 2024

      R$ 226,10
      R$ 132,84
       em estoque
      11 novos a partir de R$ 130,00
      frete grátis
      Amazon.com.br
      atualizado em 16 de julho de 2024 17:26

      Especificações

      • Livro
      Referências:
      DICIONÁRIO PRIBÉRIUM. Referência. Disponível em: <https://www.priberam.pt/dlpo/refer%C3%AAncia>. Acesso em 15 jul 2018.
      NORMAS E REGRAS. Citação Direta e Citação Indireta nas Regras: Normas ABNT. Disponível em: <http://www.normaseregras.com/normas-abnt/citacao-direta-indireta/>. Acesso em: 24 jul. 2018.
      Imagem: pixabay.

      Continuar lendo

      Trending

      Direito Diário © 2015-2024. Todos os direitos reservados.